Angústias Trazidas Para Casa

by Memorial

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
03:09
2.
3.
4.
5.
6.
02:44
7.
02:33
8.

about

Álbum gravado com muito amor e dedicação. Dedicado a todos os nossos amigos. Mais uma vez: sem dinheiro e com vontade de ser mais.

credits

released May 2, 2016

Gravado em dezembro de 2015, por nós mesmos, integralmente na casa do Gustavo.

Mixado por Michel Martins e masterizado por Gustavo Santos.

Arte do álbum feita por Távia Jucksch.

tags

license

all rights reserved

about

Memorial Curitiba, Brazil

contact / help

Contact Memorial

Streaming and
Download help

Track Name: 22 de Agosto
E a cada passo
Volto mais
Desde o passado que conheço bem

Tudo foi em vão.
Tudo, um não.

Não te conheço mais,
Não sei mais como você é.
Não amanheço mais
Não sei se posso mais amar.

E ao te ver
Meu coração se despedaça
Dos mil pedaços que tento recompor

Tudo foi em vão.

Não te conheço mais,
Não sei mais como você é.
Não amanheço mais
Não sei se posso mais amar.
Track Name: Nossos Lírios
Não consigo superar todos traumas que criei
E com medo de entregar meus segredos outra vez
Sem coragem, sem vontade de mudar
To cansando de fingir, do meu eu dissimular

E outra vez estou aqui observando suas mudanças
E outra vez os lírios nasceram em meu jardim, pra lembrar o que você levou de mim

E nada me fez esquecer as noites que passamos juntos
Quantas lembranças suas
E nada vai me convencer que o que fizemos foi o certo
Jogamos fora o tempo

E mesmo fazendo mal não pude deixar pra trás
essa sombra de um amor que já não existe mais
Sangrando, morto do início ao fim
Não consigo entender pq acabou assim

E outra vez estou aqui observando suas mudanças
E outra vez os lírios nasceram em meu jardim, pra lembrar o que você levou de mim
Track Name: Cristal Quebrado
O destino escolheu cada qual no seu lugar
Separados um do outro e sem chances de voltar
E sem chances de voltar e tentar consertar o cristal que quebramos
De tudo que planejamos, nada vai se realizar

E a culpa disso é só nossa por deixar
Por se entregar tão fácil
Por desistir tão fácil

E se um dia eu te ver passeando pela rua
Vou fingir que não te vi, vou fingir não estar ali
Como se não tivéssemos nos conhecido
Nem amante, nem amigo. Já não sou mais nada seu

Esperamos não ter que se reencontrar
Vamos contar com a sorte
Pra não reabrir o corte
Track Name: Entre Ser e Dever Ser
Como um nó aberto junto ao torax
Minha respiração não me conforta mais
Apelo ao que não existe, tentar salvar
Mais uma alma que já apodreceu

E eu tento em vão, contra o vento
Respirar um pouco mais

Um pouco mais, sem paz.
Sem nenhuma paz.

Atrás do mar de ilusões a frente
Velejando pela angústia viva
Perdendo o rumo que ontem vivi
Rindo das desgraças que busquei

E eu tento em vão, contra o vento
Respirar um pouco mais
Track Name: Imperfeito Pretérito
De um tempo em vão, talvez o porém
De eu me sentir bem, afundado.
Angústia trazida a mim

Para aquela que ainda tem, meu bem
Coração frio, enquanto eu rio
Fui tolo demais em acreditar no depois
Ou ainda continuo no antes?

Dois anos do fim e tudo ainda parece no início
O fraco prevalece em mim.
Viver o fim, progresso na permanência
O forte não está aqui.

Pude então ter a nova perspectiva
Iludido.

Para aquela que me retém
Pensar demais, demasiar
Como um dia minha vida parcial
Sorri para o medo, acordei

Dois anos do fim e tudo ainda parece no início
O fraco prevalece em mim.
Viver o fim, progresso na permanência
O forte não está aqui.

Olhe para o que você deixou para trás.
Track Name: Fadiga
Cansado de tudo, querendo me entregar
Me vejo perecer, sem nem mesmo tentar
Cheio de incertezas, quebrado na escuridão
Procurando a cura da minha fadiga sem razão

Perdido, sem forças, hoje eu não quero acordar

E eu sei que não tenho motivos pra chorar
O que me sobra é o medo

Longe de casa e sem ter como voltar
No frio sozinho estou, não consigo respirar
Desesperado, tá difícil de aguentar

Perdido, sem forças, hoje eu não quero levantar da minha cama
Track Name: Parâmetro
Quando tudo ruir
Espere aqui
Sua vida tem
Afundado no nada

Fuja das desilusões
Esconda-se
Salve você mesmo

Firmado no propósito
Simples como sua dialética
Viver não é mais
sua obrigação

Fuja das desilusões
Esconda-se
Salve você mesmo
Track Name: Decisões Precipitadas
Enfim fugi pude correr
Das sombras que querem me prender
No abismo que vive você
Não ouso olhar, vou te esquecer

Valeu a pena ou você se afundou mais?
Eu quis salvar você, mas te deixo pra trás

Agora é tarde demais para tentar outra vez
Seus erros ignorar. E todo mal que me fez?
Não posso te redimir, não posso te receber
Pois quanto mais lhe encontro, mais eu busco me perder

Valeu a pena ou você se afundou mais?
Eu quis salvar você, mas te deixo pra trás

Então o frio chegou e tomou o nosso lar
Tranquei a porta enfim, nunca mais vou voltar
Hoje eu saio daqui, deixo tudo pra trás
Não procure por mim, não te conheço mais